Conhece os 7 C’s para uma comunicação em público eficaz?
31 Janeiro, 2017
As Oportunidades na Crise
2 Agosto, 2017

Apresentações em Público: 3 sugestões para criar uma boa primeira impressão

O primeiro impacto é fundamental: é nos primeiros segundos que se criam as primeiras impressões, que vão determinar a forma como somos vistos e percebidos pelos outros.

Recorde-se das piores apresentações a que assistiu. Como começaram? Muito provavelmente com um destes 3 erros:

1.     Foco no orador: “muito obrigado! chamo-me… sou da empresa…”. O foco de uma apresentação deve ser aquilo que leva a audiência a estar presente. É importante cativar a audiência no primeiro impacto e depois então apresentar-se.

2.     Falta de sinceridade: “muito obrigado por me convidarem…”. Agradecimento iniciais demasiado formais podem parecer pouco espontâneos. Quando a relação com a audiência estiver estabelecida, então é o momento ideal para agradecer.

3.     Desvalorização perante os outros intervenientes: “depois da extraordinária apresentação do meu colega, espero que gostem da que se segue”. Este é sem dúvida dos mais comuns. Por cordialidade os oradores tendem, no início das suas apresentações, a enaltecer as apresentações que antecederam a sua, baixando as expetativas da audiência face à sua apresentação como um mecanismo de defesa, o que pode transparecer insegurança.

Então, como começar uma apresentação de modo a gerar um impacto positivo?

Crie um bang de abertura – três sugestões para bangs de abertura brilhantes:

1.     Contar uma história. Ao contar uma história irá captar a atenção da audiência e será mais fácil estabelecer a relação. As histórias estimulam o nosso lado mais emocional e o nosso lado mais racional, reforçando assim a memorização da mensagem. As histórias devem ser adequadas à audiência e muito alinhadas com o tema da sua apresentação.

2.     Questionar. Coloque uma questão à audiência. Deste modo criará curiosidade e desejo na audiência. Esta é também uma excelente oportunidade para a abertura dos canais de comunicação entre o orador e a audiência.

3.     Fazer citações. Iniciar a sua apresentação com uma citação de uma fonte credível confere-lhe seriedade e aguça a curiosidade da audiência.

Frequentemente perguntam-me: o humor não é também uma ótima forma de começar uma apresentação? Sim, desde que perfeitamente ajustado à audiência, à apresentação e se não for considerado ofensivo para nenhum dos presentes.

Se vai fazer uma apresentação em público lembre-se destas três sugestões: “não há uma segunda chance para criar uma primeira impressão”.